Suíça
Muito mais do que chocolate e canivete!


"La suisse n'existe pas!" significa "A Suíça não existe!"


Esta foi a frase com a qual a Suíça se apresentou na Exposição Mundial de Sevilha, em 1992. Isso porque não é uniformidade, mas variedade em um pequeno território o que define a Suíça. Isto pode ser explicado cultural e geograficamente.


Na pequena Suíça, falam-se quatro línguas nacionais, além de vários dialetos. Há também uma distinção entre a cultura nas montanhas e a cultura no planalto central, assim como a vida em um vale de montanha é diferente daquela na grande cidade. Desse modo, embora existam numerosas tradições regionais, ainda existem relativamente poucos costumes nacionais. No entanto, ao longo do tempo e com o aumento do turismo, existem alguns costumes locais que alcançaram a fama nacional.



As comunidades linguísticas comem coisas diferentes e têm tradições e costumes diferentes. E a história compartilhada entre si remonta há apenas cerca de dois séculos. Os próprios suíços, às vezes, ficam intrigados com o que têm em comum, além do passaporte. Então, o que é que os tornam suíços? Os suíços dizem que estão unidos pelo desejo de permanecer unidos. A atitude geral é resumida na fórmula "unidade, mas não uniformidade".

A Suíça é o destino de acampamento de verão perfeito para jovens e adolescentes. Abençoada com as belas paisagens e cidades seguras, a Suíça é facilmente acessível por trem e por avião, da Europa e de vários outros locais no mundo.

No verão, as temperaturas podem subir entre 25ºC e 30ºC, com temperaturas que podem ultrapassar este limite durante os verões mais quentes. O verão de 2015, por exemplo, foi o mais quente já registrado.

Para mais informações, visite o site de turismo suíço oficial aqui.